< Back

VILAÇA

quem não tem origem não sabe o deu destino

Funcionário da alfandega do Rio, corrupto, vive de desviar mercadorias, em combinação com os ingleses que dominam o serviço aduaneiro. Mau, perverso, racista… vingativo, sarcástico…  mal  humorado…  as vezes  se  deixa distrair como se estivesse em outra dimensão de forma aérea… logo se recompõe. Barba por fazer , sujo.  Ri  dos  outros, tem  prazer no a azar alheio.