Indústria Imaginária | Produção de filmes e conteúdos para TV

A Indústria Imaginária foi fundada por Ricardo Nauenberg após 10 anos de atuação na TV Globo . Atua na produção de filmes e conteúdos para TV



Estreia em 29 de dezembro a série sobre o estúdio de gravação NAS NUVENS no canal ARTE 1, com LULU SANTOS, TONY BELLOTTO, PARALAMAS, FERNANDA ABREU, PAULA TOLLER E SÉRGIO MENDES... LIMINHA desvenda com cada um o que é ser uma fábrica de HITMAKERS.|Em REPRISE devido a alta AUDIENCIA, exibição no BIZ - MULTISHOW canal 120 OU 620 da NET, a série AUDIO RETRATO.... 6 doco-musics com de Gilberto Gil, Lenine, Fernanda Abreu, Dinho Outro Preto e o Capital Inicial, Evandro Mesquita e a BLITZ, e Gabriel o Pensador... em breve reprise da SEGUNDA TEMPORADA| O INVENTOR DE SONHOS com Stênio Garcia, Luis Carlos Vasconcelos, Ricardo Blat, Ícaro Silva, e Guilhermina Guinle em exibição no TELECINE TOUCH

Filmes

CRÔNICA DE UMA CIDADE PARTIDA

Crônica de uma Cidade Partida

Rio de Janeiro 2018.

No bairro do Leblon, a parte mais chique da cidade do Rio de Janeiro,  foi construído  um conjunto habitacional para  pessoas de baixa renda …  a Cruzada São Sebastião. São dois corpos que não se misturam … é um quarteirão dentro da cidade, que segrega e é segregado, misturando o tráfico de drogas com trabalhadores honestos obrigados a se sujeitar a leis locais, já que o Estado perdeu espaço no local. A Cruzada é um micro cosmo do que aconteceu na cidade… transformou-se de um admirável projeto de integração social em um quarteirão segregado. De quem é a culpa?

O Rio de Janeiro é conhecido como a Cidade Maravilhosa, com uma geografia de cair o queixo e 763 favelas penduradas em montanhas que deveriam formar um cartão postal da humanidade… mas não formam… A cidade cresce sem um planejamento urbano eficiente. O aumento geométrico da criminalidade no Rio de Janeiro e em várias outras cidades da America Latina possui, como uma das causas, a falta de uma correta política de habitação popular. Deixar invadir a area urbana por moradias ilegais é mais fácil do que construir casas populares e as favelas desassistidas se multiplicam. Por receio de que a presença do Estado possa remove-lo de uma propriedade que não é sua, o morador se fecha dentro de suas fronteiras. Sem a presença da lei, o crime se instala dentro das favelas e prolifera sem freios. Ao negligenciar o planejamento urbano, a cidade é tomada pela desordem urbana que prejudica a todos. A culpa é coletiva, mas principalmente de um Estado omisso que mira os efeitos e não as causas.

Nos últimos 20 anos, a criminalidade se expandiu na cidade formando facções organizadas que tomaram posse das regiões não ocupadas pelo estado. A disputa territorial pelos mercados do tráfico de droga dividiu a cidade. Não existe mais o direito de ir e vir do cidadão convencional. Com sessenta por cento da produção da droga consumida na própria região onde o tráfico se estabelece, o “dono do morro” administra o local como um país autônomo, onde ele é o presidente, com exército próprio e economia auto suficiente. As favelas são verdadeiros países dentro do país… a cidade está partida

CRÔNICA DE UMA CIDADE PARTIDA é um documentário que analisa a escalada de criminalidade no Rio de Janeiro e a sua regressão urbanística, à partir da história da CRUZADA e de seus moradores.

São oito personages locais (dois ex-traficantes – JONATHAN e DUDU, um policial de elite – RÔMULO- , duas ativistas comunitárias – DONA VERA e VALÉRIA-  dois professores esportivos – PAULO PEREIRA, SANDRO), um dono de barbearia  – BRUNO  e um ex Secretário de Segurança do Rio de Janeiro – JOSÉ MARIANO BELTRAME. Com exceção do Secretário de Segurança, todos convivem paradoxalmente no mesmo espaço, em um equilíbrio delicado.

Galeria de Imagens